Geórgia acusa Rússia de provocação na região da Ossétia do Sul

Tbilisi, 22 fev (EFE).- O Ministério das Relações Exteriores da Geórgia acusou hoje a Rússia de fazer uma nova provocação na zona de conflito da região separatista da Ossétia do Sul.

EFE |

Segundo um comunicado divulgado pela Chancelaria georgiana, 50 militares russos e um carro blindado entraram por volta do meio-dia em Kvemo Nikozi, na região controlada pelas autoridades georgianas, bloquearam o posto de controle da Polícia e começaram a construir fortificações.

Os militares russos só se retiraram quando observadores da União Europeia e da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) chegaram ao local.

"Foi uma nova tentativa, planejada pelos invasores russos, de provocar um choque com os policiais georgianos", destaca a nota.

O comunicado informa que o novo incidente "causa especial preocupação, pois ultimamente a Rússia pretende frustrar a permanência de observadores internacionais na Geórgia".

O Ministério das Relações Exteriores georgiano insiste em que a "a única via para garantir a estabilidade e a paz na área é uma maior ativação das missões dos observadores internacionais que funcionam na Geórgia e sua posterior transformação em verdadeiras forças de paz e missões policiais".

Tanto os militares como diplomatas russos não informaram ou comentaram o incidente.

Geórgia e Rússia protagonizaram um breve conflito bélico em agosto pelo controle da Ossétia do Sul. EFE mv/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG