Geórgia acusa Rússia de deslocar fronteira da Ossétia do Sul

Tbilisi acusou neste domingo a Rússia de deslocar a fronteira entre Geórgia e sua república separatista da Ossétia do Sul, tomando o território georgiano, um ano após o conflito militar entre os dois países.

AFP |

"Os militares russos penetraram em 2 de agosto no território do povoado de Kvechi, no distrito de Gori, para deslocar a linha da fronteira" com a Ossétia do Sul, denunciou o ministério georgiano das Relações Exteriores em um comunicado.

O ministério lembra que na sexta-feira o presidente da Ossétia do Sul, Eduard Kokoity, exigiu da Geórgia a restituição de "antigas terras ossetas".

O regime pró-russo da Ossétia do Sul "torna público que os ocupantes russos têm a intenção de fazer" com a fronteira, destaca o ministério georgiano, que considera a Rússia "responsável por qualquer provocação posterior".

A Rússia ameaçou no sábado recorrer à força contra a Geórgia devido a "provocações" na Ossétia do Sul, reavivando o espectro da guerra entre os dois países pelo controle deste pequeno território separatista.

A Geórgia lançou uma ofensiva militar, na noite de 7 de agosto de 2008, para recuperar o controle da Ossétia do Sul, e Moscou respondeu com uma grande operação sobre o território georgiano.

A guerra relámpago, de cinco dias, terminou com o reconhecimento de Moscou a independência da Ossétia do Sul e da Abkhásia, outro território separatista georgiano.

neo/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG