Geórgia acusa a Rússia de tentar enfraquecer sua integridade territorial

Nações Unidas, 23 abr (EFE).- A Geórgia acusou hoje a Rússia de tentar enfraquecer sua integridade territorial com uma campanha disfarçada para a anexação da região separatista da Abkházia, a qual poria em risco a estabilidade do Cáucaso.

EFE |

A denúncia foi feita pelo ministro de Assuntos Exteriores da Geórgia, David Bakradze, na saída de uma reunião no Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Em declarações a jornalistas, Bakradze acrescentou que foi um caça MIG-29 russo que, no domingo, derrubou um avião-espião da Geórgia na Abkházia.

"Aproveitamos esta oportunidade para externar nossa preocupação, porque, infelizmente, as recentes ações da Rússia põem em risco a estabilidade e a paz regional e representam atos de agressão", disse Bakradze.

O ministro disse que chamou a atenção do Conselho de Segurança para a recente decisão de Moscou de retomar as relações comerciais e jurídicas com a Abkházia, que é o alvo de sanções por parte da comunidade de ex-repúblicas soviéticas por sua sangrenta separação da Geórgia em 1993.

"Se alguém reconhece como legítimas as autoridades de fato da Abkházia, esse alguém legitima a limpeza étnica", disse Bakradze.

O chancele também declarou que Moscou não consegue exercer um papel de facilitador neutro no conflito, razão pela qual afirmou que o atual processo de negociação "não tem perspectivas".

Por sua vez, o embaixador da Rússia na ONU, Vitaly Churkin, disse que o avião-espião da Geórgia foi derrubado porque estava em "uma operação militar inaceitável", que violava os acordos de cessar-fogo.

"Não importa como coloquem (a questão), não podem negar que o propósito da operação era militar e era uma operação militar provocadora", destacou.

Churkin negou que a retomada das relações com as autoridades da Abkházia represente um reconhecimento à sua legitimidade e assegurou que a medida se deve ao interesse de Moscou em ajudar a população da região. EFE jju/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG