Geórgia abandona acordo de cessar-fogo assinado em 1994 com a Abkházia

Tbilisi, 30 ago (EFE).- O Ministério para Assuntos de Reintegração georgiano anunciou hoje, em comunicado, que o Acordo de Moscou de cessar-fogo e separação de forças assinado em 14 de maio de 1994 entre a Geórgia e a região separatista georgiana da Abkházia deixou de ter vigência.

EFE |

Por mediação de Moscou, as partes da Geórgia e da Abkházia assinaram naquele ano um armistício pelo qual foi criado um corredor na zona do rio Inguri (fronteiriço entre a Abkházia e Geórgia), onde foram colocados soldados russos como forças de interposição da pós-soviética Comunidade dos Estados Independentes.

A última decisão da Geórgia foi tomada levando em conta várias resoluções do Parlamento, acrescenta o texto.

Trata-se, precisamente, das disposições do Legislativo "sobre as forças de paz, mobilizadas em território georgiano", de 18 de julho de 2006, e "sobre a ocupação de território georgiano por parte da Rússia", de 28 de agosto de 2008, assim como de uma disposição extraordinária do Governo de 27 de agosto de 2008.

Além disso, o Governo georgiano confirmou seu apego ao plano de paz de seis pontos e declarou que o considera o único documento vigente em relação às repúblicas separatistas georgianas da Abkházia e das Ossétia do Sul, cujas independências foram reconhecidas por Moscou em 27 de agosto.

mv/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG