George Lucas está entre maiores doadores do comitê de transição de Obama

Washington, 1 dez (EFE) - O diretor da saga Guerra nas Estrelas, George Lucas, foi um dos que mais doaram dinheiro durante o processo de transição rumo à Presidência de Barack Obama, revelou hoje a equipe do governante eleito. O comitê de transição prometeu revelar todos os meses seus doadores, em favor da transparência e da abertura na substituição de poder na Casa Branca. Até 15 de novembro, 11 dias depois que Obama derrotou nas urnas o republicano John McCain, 1.776 doadores tinham contribuído com um total de US$ 1,17 milhão, segundo o grupo.

EFE |

As normas internas da equipe de transição proíbem que cada doador forneça mais de US$ 5 mil e rejeitam as contribuições de empresas, sindicatos, grupos de interesses especiais, lobistas e agentes estrangeiros.

O orçamento do comitê é de US$ 12 milhões, destinados a pagar salários, aluguel de escritórios e outras despesas até a posse de Obama, em 20 de janeiro.

Desse total, US$ 5,2 milhões serão pagos com fundos públicos, mas o resto deve ser custeado pelos doadores.

Segundo os números divulgados hoje, um total de 131 pessoas contribuíram com o limite de US$ 5 mil.

Entre eles se encontra George Lucas, que já tinha expressado apoio a Obama ao longo da campanha eleitoral.

Na relação também está o executivo-chefe do Google, Eric Schmidt, que já foi indicado como possível membro do gabinete do presidente eleito.

Durante a campanha eleitoral, Obama bateu os recordes de arrecadação e alcançou US$ 639 milhões em doações, boa parte deles procedentes de indivíduos que enviaram pequenos valores pela internet.

O presidente eleito também criou um comitê que o ajudará a arrecadar fundos para as festas de sua posse.

Este grupo fixou um limite de US$ 50 mil às contribuições individuais, apesar de, ao contrário das doações às campanhas eleitorais, a lei não controle qual deve ser o teto máximo. EFE mv/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG