George Bush pagou US$ 221.635 em impostos no ano fiscal de 2007

Washington, 11 abr (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, George W.

EFE |

Bush, e sua esposa, Laura, pagaram US$ 221.635 em impostos federais referentes a uma renda bruta declarada de US$ 719.274 durante o ano fiscal de 2007, informou hoje a Casa Branca.

O vice-presidente Dick Cheney, como em exercícios anteriores, bateu amplamente as receitas de seu superior, e ele e sua esposa, Lynne, terão que pagar ao fisco US$ 602.651 em impostos, por rendas de US$ 2,528 milhões.

Como presidente, Bush recebe um salário de US$ 400 mil anuais, e Cheney US$ 212 mil para ser o "número dois" no Governo.

A receita dos Bush em 2007 incluíram os rendimentos de fundos nos quais o presidente e sua esposa investiram.

Igualmente, incluem os US$ 150 mil que Laura Bush recebeu pelo livro "Read All About It", que escreveu junto com sua filha, Jenna.

Laura Bush doou a importância, após descontados os impostos, às organizações educativas "Teach for America" e "New Teacher's Project".

O presidente e a primeira-dama também doaram US$ 165.660 de sua renda total a organizações humanitárias e igrejas, entre elas o grupo de luta contra o câncer de mama "Susan G. Komen for the Cure".

No caso do vice-presidente e sua esposa, além do salário governamental, sua declaração de impostos inclui pagamentos de fundos de pensões no valor de US$ 32.500 que Cheney recebe como ex-diretor da Union Pacific Corporation e de US$ 32 mil que Lynne recebe como ex-diretora da revista Reader's Digest.

Lynne Cheney ainda inclui seu salário como diretora do centro de estudos American Enterprise Institute e a receita pelas vendas de vários livros que escreveu.

Ao longo de 2007, segundo os dados oferecidos pela Casa Branca, os Cheney doaram US$ 166.547 a instituições de caridade.

Ao longo dos oito anos de seu mandato, os Cheney doaram US$ 7,96 milhões a organizações de caridade. EFE mv/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG