General opositor é preso na Venezuela

Caracas, 2 abr (EFE).- A Diretoria de Inteligência Militar (DIM) da Venezuela prendeu hoje o general Raúl Isaias Baduel, ex-ministro da Defesa e atual opositor do Governo de Hugo Chávez, sob a acusação de corrupção.

EFE |

A detenção foi informada por um dos filhos de Baduel.

Segundo ele, o general passava de carro com a mulher perto de casa, quando "foi fechado funcionários da DIM que, apontando armas de fogo contra eles e ameaçando-os para que não chamassem ninguém pelo telefone, os empurraram para dentro de um veículo" militar, disse à emissora privada de televisão "Globovisión".

A Procuradoria Geral Militar acusou recentemente a Baduel de irregularidades administrativas durante sua gestão no Ministério da Defesa, cargo que abandonou em 2007, destacando-se, em seguida, entre os opositores de Chávez.

A mulher dele, Cruz de Baduel, relatou à mesma emissora que ambos tiveram armas apontadas contra a cabeça por pessoas que se identificaram como agentes da DIM, "mas sem dizer para onde o levariam", em uma ação "violenta e irregular".

O general "estava se apresentando regularmente a cada 15 dias" ao tribunal militar que investigam seu caso, acrescentou a mulher.

Omar Mora, um dos advogados de Baduel, disse ainda que não entendia "por que esta detenção com tanta espetáculo", quando seu cliente "cumpriu todos os atos judiciais que determinaram sua presença".

"Tememos por sua vida", acrescentou Mora, dizendo que "já nos chegou o comentário que poderiam atentar contra ela, simulando um suposto ato de resistência no momento de sua prisão", acrescentando que Baduel deveria se apresentar amanhã à Procuradoria Militar. EFE ar/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG