General diz que ofensiva no Afeganistão surpreendeu talibãs

Londres, 13 fev (EFE).- O novo comandante das tropas estrangeiras no sul do Afeganistão, o general britânico Nick Carter, afirmou hoje que a ofensiva lançada nesta madrugada pelas forças aliadas pegou os talibãs de surpresa.

EFE |

"Até agora, (a operação) foi extremamente bem-sucedida. Por enquanto, não houve baixas entre as forças aliadas durante os combates", disse Carter à "BBC".

"Parece que os pegamos desprevenidos. Aparentemente, eles estão completamente perdidos", acrescentou o general.

As tropas internacionais, com o apoio das forças afegãs, lançaram neste sábado uma operação militar contra um reduto talibã no sul do Afeganistão.

Ao todo, 15 mil soldados participam da maior ofensiva contra os rebeldes desde a queda do regime talibã, em 2001.

Em vários comunicados, a Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf), comandada pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), informou que 5 mil soldados americanos, um grande contingente britânico, 2 mil militares afegãos e alguns combatentes da Dinamarca, Estônia e Canadá estão envolvidos na operação.

O objetivo da investida é devolver às autoridades locais o controle sobre a localidade de Marjah e acabar com o domínio talibã em boa parte dos núcleos populacionais ao redor do rio Helmand, que cruza a província de mesmo nome de norte a sul.

Em Helmand é onde estão posicionadas as tropas britânicas, que já perderam 257 homens no Afeganistão. Sobre o risco de as Forças Armadas do Reino Unido perderam mais militares, o ministro da Defesa do país, Bob Ainsworth, não descartou esta hipótese.

Uma porta-voz do mesmo ministério informou que 1.200 militares britânicos foram mobilizados para a operação, um dos quais morreu na quinta-feira, na explosão de uma bomba junto a uma estrada. EFE fpb/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG