GB vai penalizar homens que têm relações com vítimas de tráfico sexual

O Reino Unido penalizará os homens que pagam para manter relações com mulheres vítimas de tráfico sexual, anunciou a ministra britânica do Interior, Jacqui Smith, que revelou uma série de medidas para regulamentar a prostituição.

AFP |

Segundo os planos, que precisam da aprovação do Parlamento, os homens que pagarem a uma prostituta sabendo que esta foi vítima de tráfico de pessoas serão acusados por crimes de violência sexual e enfrentarão acusações criminais.

"Desaprovo que mulheres exploradas neste país, que foram vítimas de tráfico sexual, sejam tratadas como escravas", declarou a ministra à BBC.

"Me preocupa - e acredito que é responsabilidade do governo - que um grande número de mulheres envolvidas na prostituição são vulneráveis, elas são forçadas a entrar (no país)", acrescentou, antes de anunciar que a Grã-Bretanha penalizará os homens que mantiverem relações com vítimas de tráfico sexual.

Além disso, na Grã-Bretanha, onde comprar e vender sexo é legal, passará a ser ilegal buscar prostitutas nas ruas do interior do automóvel, segundo os planos de Jacqui Smith.

De acordo com a ministra, o governo de Gordon Brown também dará mais poderes à polícia para controlar ou fechar bordéis, clubes de strip-tease e casas de massagem.

Atualmente, estes bares estão submetidos à mesma legislação que regulamenta os pubs.

ame/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG