GB: príncipe Andrew desiste de visitar a Líbia

O príncipe Andrew, quarto na ordem de sucessão ao trono britânico, não fará visita oficial à Líbia, anunciou nesta segunda-feira o Palácio de Buckingham, sem dizer se o cancelamento da viagem está relacionado ao caso Megrahi.

AFP |

"Não há planos para uma visita do duque de York à Líbia", indicou o palácio em um curto comunicado, sem confirmar explicitamente que uma visita estava prevista.

A BBC, sem citar fontes, informou semana passada que a visita do príncipe poderia ser cancelada pela acolhida triunfal em Trípoli a Abdelbaset Ali Mohamed Al-Megrahi, o líbio condenado pelo atentado de Lockerbie que foi liberado quinta-feira pela Escócia por motivos de saúde.

Um porta-voz do príncipe Andrew, segundo filho da rainha Elizabeth II, havia se recusado a confirmar as notícias, destacando que a possível viagem à Líbia estava apenas em fase de preparação.

Uma porta-voz do ministério dos Assuntos Estrangeiros indicou que nenhuma decisão seria tomada antes de um convite oficial de Trípoli.

O príncipe Andrew previa realizar no início de setembro uma nova viagem à Líbia, que teria sido sua terceira como representante especial do Reino Unido para o comércio e o investimento, segundo a BBC.

Ele esteve pela última vez na Líbia em novembro de 2008, quando se encontrou com o dirigente líbio, o coronel Kadhafi.

Megrahi, condenado em 2001 à prisão perpétua por seu papel no atentado de Lockerbie, que matou 270 pessoas em 1988, foi libertado quinta-feira pela Escócia em razão de seu câncer em fase terminal.

O ministro britânico dos Assuntos estrangeiros David Miliband havia considerado sexta-feira sua recepção pela Líbia profundamente preocupante. Centenas de pessoas, com bandeiras líbias e escocesas, receberam-no no aeroporto de Trípoli.

cyb/lm/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG