A União Européia (UE) pediu na noite desta terça-feira em Paris um cessar-fogo imediato e permanente entre Israel e o grupo radical islâmico Hamas em Gaza, anunciando o envio, muito em breve, de uma delegação ministerial ao Oriente Médio.

Os ministros das Relações Exteriores do bloco europeu fizeram um apelo em sua declaração, emitida ao término de uma reunião de emergência em Paris, por um "cessar-fogo imediato e permanente", que permita uma "ação humanitária imediata" para a população da Faixa de Gaza, onde vivem 1,5 milhão de pessoas.

Neste sentido, a declaração dos chefes da diplomacia dos países da UE também pediu a reabertura dos postos de controle de Gaza nas fronteiras com Israel e com o Egito.

"A União Européia está mais determinada do que nunca a contribuir, junto com os outros membros do Quarteto Internacional para o Oriente Médio (Estados Unidos, Rússia e ONU) e com os países da região, para encerrar a violência e retomar o processo de paz", indica o texto.

"A este respeito, ficou estabelecido que uma delegação ministerial européia viajará muito em breve à região", acrescentaram os ministros, sem dar mais detalhes sobre a missão diplomática.

cr/ap/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.