Gaza, 27 dez (EFE).- O 1,5 milhão de habitantes da paupérrima Faixa de Gaza lembrou hoje o primeiro aniversário da mais dura ofensiva militar lançada por Israel contra a região, com uma sirene de um minuto, escutada em várias cidades e povoados.

Sirenes estrategicamente colocadas soaram às 11h20 local (7h20 de Brasília) para lembrar o momento em que Israel começou seus severos bombardeios aéreos contra instalações do movimento islamita Hamas, em uma ofensiva que finalmente durou 22 dias e deixou 1.420 mortos, com mais de cinco mil feridos no lado palestino.

No lado israelense os mortos como consequência dos combates e dos 800 foguetes disparados a partir de Gaza chegaram a 13, entre eles três civis, e 200 feridos.

Os habitantes de Gaza responderam às sirenes detendo suas atividades e colocando-se de pé em lembrança das vítimas, assim como em atos de comemoração convocados pelo movimento islamita Hamas. EFE sar/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.