Gaza: Kouchner, Miliband e Rice tentam acordo em Nova York

A secretária americana de Estado, Condoleezza Rice, o chefe da diplomacia francesa, Bernard Kouchner, e o chanceler britânico, David Miliband, decidiram nesta quarta-feira prolongar sua permanência em Nova York para tentar obter um acordo com seus homólogos árabes sobre o conflito em Gaza.

AFP |

"Acreditamos que teremos mais trabalho. Prolongaremos nossa permanência" em Nova York, declarou Rice à imprensa, ao final de intensos debates entre os países ocidentais e árabes sobre a resposta do Conselho de Segurança da ONU à ofensiva israelense na Faixa de Gaza.

"O mundo deve escutar a voz unida do Conselho de Segurança", disse Miliband, após 48 horas de intensas negociações entre ministros, que não chegaram a um consenso sobre os detalhes de um texto pedindo um cessar-fogo imediato.

"Posso dizer apenas que ainda há muito trabalho pela frente", destacou o secretário-geral da Liga Árabe, Amr Moussa.

"Temos muito trabalho pela frente", confirmou o ministro egípcio das Relações Exteriores, Ahmed Abul Gheit.

Dois textos circulavam nesta quarta-feira no Conselho: um projeto de resolução que "exige um cessar-fogo imediato", apresentado pela Líbia, em nome dos países árabes, e uma declaração não-vinculante, que "destaca a urgência de uma trégua imediata e durável", apresentado pela França, que preside o Conselho em janeiro.

sl/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG