Gaza : bebês ameaçados por hipotermia, segundo a Save the Children

A hipotermia ameaça os bebês na Faixa de Gaza, devido à falta de aquecimento nas casas, em pleno inverno, por causa do conflito com Israel, advertiu nesta segunda-feira a organização humanitária britânica Save the Children.

AFP |

A maior parte das casas e hospitais situados na Faixa de Gaza estão sem eletricidade e, assim, sem aquecimento, enquanto as temperaturas chegam perto de zero durante a noite, informou o grupo em comunicado. A população é obrigada a deixar as janelas abertas para que não sejam pulverizades pelos bombardeios.

"É preciso fazer chegar com urgência alimentos e cobertores, para que as crianças não morram de frio e de fome", afirmou o porta-voz da Save the Children em Jerusalém, Dominic Nutt, citado em comunicado.

"Queremos que o premier britânico Gordon Brown e o conjunto dos líderes da União Européia pressionem o estabelecimento de um cessar-fogo para que tenhamos acesso em segurança às populações necessitadas em Gaza", acrescentou o porta-voz, em referência à missão da UE atualmente na região.

A ONG cita, também, o médico Shaul Dollberg, professor de pediatria da Universidade de Tel-Aviv, que estima haver, "com certeza, um potencial para a hipotermia entre as crianças de Gaza, em particular os bebês que precisam de temperatura mais elevada para sobreviver".

mt/lv/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG