Gaza: Assad pede a mobilização árabe em ajuda a palestinos

O presidente sírio Bachar al-Assad exortou nesta segunda-feira o influente dignitário sunita, xeque Yussef Al-Qardaui, a mobilizar os povos árabes para ajudar os palestinos em Gaza, segundo a agência oficial Sana.

AFP |

Durante um encontro em Damasco, o presidente Assad pediu ao xeque Qardaui, qui dirige a União Internacional dos Ulemás muçulmanos, "assumir suas responsabilidade mobilizando os povos árabes e islâmicos para que levem seu auxílio ao povo palestino que resiste" em Gaza, diz a Sana.

O presidente sírio e o xeque Qardaui, que chegou na noite de domingo a Damasco com uma delegação, destacaram a importância de "intensificar os esforços árabes e islâmicos para fazer cessar a agressão (israelense) em Gaza e reforçar a posição palestina", acrescentou a agência.

O xeque Qardaui, que realiza uma turnê regional para recolher apoio para os palestinos de Gaza, é membro da potente confraria dos Irmãos Muçulmanos. Ele teve retirada sua nacionalidade egípcia pelo presidente Gamal Abdel Nasser e possui, atualmente, nacionalidade catariana.

A ofensiva israelense fez em dez dias pelo menos 523 mortos palestinos na Faixa de Gaza, onde os tanques israelenses tomaram controle, domingo, de vários eixos estratégicos.

A delegação de Ulemás muçulmanos encontrou dirigentes palestinos em Damasco, entre eles o líder no exílio do Hamas, Khaled Mechaal, informou um comunicado do movimento islamita palestino.

A delegação, que deve seguir à noite para a Jordânia, afirmou a Mechaal seu "apoio total ao povo palestino ante a agressão sionista", segundo a mesma fonte.

rm/fmi/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG