Gates tenta reforçar alianças na Ásia e conter ameaça norte-coreana

Washington, 27 mai (EFE).- O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Robert Gates, iniciou hoje uma viagem à Ásia para reforçar as alianças com os parceiros no continente frente às ameaças da Coreia do Norte.

EFE |

Gates participará da cúpula conhecida como Diálogo de Shangri-La, dois dias após de a Coreia do Norte ter feito um teste nuclear, tema que, embora não seja o único, deve ser o principal do encontro.

"Evidentemente, será tratado", disse um funcionário do Pentágono que pediu para não ser identificado, "é um assunto que está em constante mudança".

"Estamos buscando ter um diálogo com nossos aliados e nossos amigos e trabalhar conjuntamente no que deveria ser uma resposta adequada", acrescentou.

A fonte ressaltou que a intenção dos Estados Unidos é "trabalhar com a Ásia sobre os problemas que a Ásia tem".

No entanto, "seria justo dizer que nossa posição dificilmente afetará a Coreia do Note diretamente, mas sim podemos reforçar e aprofundar nossas relações com nossos aliados e nossos amigos", reconheceu.

Gates se reunirá pela primeira vez com os ministros da Defesa da Coreia do Sul, Lee Sang-hee, e do Japão, Yasukazu Hamada, informou o Pentágono em comunicado, assim como com um alto oficial militar chinês.

Os três países, membros do grupo de negociações de seis lados para conseguir a desnuclearização da Coreia do Norte (na qual também participam esta nação, Rússia e China), expressaram rejeição aos testes realizados nos últimos dias. EFE elv/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG