Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Gates: presença de porta-aviões no Golfo lembra poder dos EUA

O secretário americano de Defesa, Robert Gates, disse nesta terça-feira no México que a presença de um segundo porta-aviões no Golfo Pérsico serve como uma lembrança do poder militar dos Estados Unidos na região, mas negou qualquer plano para atacar o Irã.

AFP |

"Não acredito que teremos dois porta-aviões por longo tempo na região. Não vejo uma escalada militar, apenas penso que isto pode ser interpretado como uma 'lembrança'", destacou Gates durante uma visita oficial ao México.

Um porta-voz da Marinha americana disse mais cedo que a chegada do porta-aviões "USS Abraham Lincoln" ao Golfo esta semana é parte de "uma rotina de substituição", envolvendo o "USS Harry S. Truman".

A presença dos dois navios no Golfo ao mesmo tempo será "muito curta", de "um ou dois dias", destacou o comandante Jeff Davis.

jm/LR

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG