Gates nega que sua permanência no Penatágono seja provisória

Washington, 2 dez (EFE).- O secretário de Defesa americano, Robert Gates, afirmou hoje que seu compromisso de seguir no cargo com o próximo presidente, Barack Obama, não tem prazo limite e não será provisório.

EFE |

Em coletiva de imprensa no Pentágono, a primeira desde que ontem se confirmou oficialmente que continuará no posto após a mudança de Governo, Gates declarou ter acordo com o presidente eleito "que não haveria data limite".

"Não penso ser um cargo provisório", disse o secretário de Defesa.

Além disso, Gates explicou que em suas conversas com o presidente eleito ficou "muito impressionado" com as coisas que lhe disse, e que manifestou durante a campanha, "a favor dos militares".

O secretário de Defesa também disse ter gostado de que Obama consultará os comandantes militares, liderados pelo chefe do Estado-Maior, o almirante Mike Mullen, e do interesse expressado pela futura primeira-dama, Michelle Obama, em trabalhar com as famílias militares. EFE mv/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG