Gates considera negociar com rebeldes afegãos

O secretário da Defesa dos Estados Unidos, Robert Gates, rejeitou nesta segunda-feira qualquer derrotismo no Afeganistão e disse que não descarta negociar com os rebeldes dispostos a se aproximar do governo afegão.

AFP |

Gates, que viaja em um avião militar para a Europa, revelou ainda que espera convencer seus aliados da Otan a enviar mais tropas e recursos ao Afeganistão, durante a reunião ministerial da Aliança Atlântica em Budapeste, na quinta e sexta-feira.

"Enfrentamos desafios significativos no Afeganistão, mas, certamente, isto não é motivo para derrotismo ou para subestimar as possibilidades de sucesso a longo prazo", disse Gates.

No domingo, o principal oficial britânico no Afeganistão advertiu que a opinião pública não deve esperar uma vitória militar decisiva naquele país, apenas uma redução da insurreição a um nível aceitável.

O general-de-brigada Mark Carleton-Smith, comandante da 16ª Brigada de Assalto Aéreo, afirmou em entrevista ao Sunday Times que os britânicos devem "moderar as expectativas" sobre o fim do conflico e se preparar para um possível acordo com os talibãs.

afp/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG