Gates afirma que Guantánamo mancha a imagem dos EUA

O governo de Barack Obama não tem outra opção a não ser fechar a polêmica prisão de Guantánamo, que mancha a imagem dos Estados Unidos, afirmou o secretário da Defesa, Robert Gates.

AFP |

O centro de detenção americano situado em Cuba "é provavelmente uma das melhores prisões do mundo", afirmou Gates, "mas mancha a imagem dos Estados Unidos e somente seu nome é uma condenação às práticas antiterroristas americanas", afirmou ao canal NBC.

O chefe do Pentágono, mantido no cargo por Obama depois de ter servido no governo de George W. Bush, defendeu o desejo da Casa Branca de transferir certos detentos de Guantánamo para as prisões americanas, apesar da polêmica provocada por esta perspectiva.

"Temos muitos terroristas nas penitenciárias americanas hoje. Niguém conseguiu escapar das prisões 'supermax' (de segurança máxima), nas quais Obama pretende colocar vários detentos de Guantánamo", explicou.

Os Estados Unidos mantêm há vários anos em Guantánamo centenas de prisioneiros da chamada 'guerra contra o terrorismo' de Bush, em sua maioria sem acusação, julgamento ou acesso a advogados.

Além disso, vários grupos de defesa dos direitos humanos acusam agentes americanos de torturar os prisioneiros nos interrogatórios.

dab/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG