Gastos dos deputados britânicos publicados oficialmente na rede

Os gastos detalhados dos deputados britânicos foram publicados oficialmente pela primeira vez na internet nesta quinta-feira, depois de semanas de revelações divulgadas na imprensa que provocaram uma onda de renúncias.

AFP |

Os analistas não esperam que as quase 1,2 milhão de páginas do site do Parlamento revelem surpresas, em parte porque o jornal Daily Telegraph já publicou muitas informações que mostram como os deputados pediam reembolso por diversos gastos de ordem pessoal.

Parte da informação disponibilizada na rede, no entanto, foi riscada, incluindo os endereços dos parlamentares, o que já provocou críticas de alguns eleitores e pedidos de mais transparência.

Vince Cable, porta-voz do Tesouro para o partido opositor Democratas Liberais, afirmou que esta última informação não é confiável.

"Se não fosse pelo Daily Telegraph, boa parte deste material não teria sido revelado. Não é confiável e, portanto, é menos eficaz do que deveria ter sido", declarou Cable à BBC.

A secretária de Estado do Tesouro, Kitty Ussher, renunciou na quarta-feira, se tornando a última vítima do escândalo dos gastos abusivos.

Dezenas de ministros e deputados se viram obrigados a renunciar nas últimas semanas por causa do escândalo dos gastos, e os principais partidos políticos iniciaram uma investigação sobre eventuais abusos do sistema.

kah/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG