Gases de vômito de suicida intoxicam 54 pessoas em hospital no Japão

Tóquio, 23 mai (EFE).- Os gases tóxicos do vômito de um fazendeiro japonês que ingeriu um pesticida para se matar intoxicaram 54 pessoas no hospital de Kumamoto, no oeste do Japão.

EFE |

Segundo a edição de hoje do jornal "Asahi Shimbun", o homem, de 34 anos, começou a vomitar quando os médicos inseriram um tubo em seu nariz para retirar o pesticida que ele tinha ingerido. Porém, o fazendeiro acabou falecendo.

O hospital informou que ele consumiu um esterilizante para terras cujo principal ingrediente é a cloropicrina, componente químico usado como arma durante a Primeira Guerra Mundial.

Por desconhecerem a substância ingerida pelo homem, os funcionários do hospital acabaram trabalhando sem máscaras de proteção e foram infectados, apresentando náuseas e enjôos.

Entre os afetados estão 30 pessoas ligadas diretamente ao hospital - médicos e enfermeiras, entre outros - e diversos pacientes que estavam na sala de espera. Três crianças de 1 a 3 anos estão com o mesmo problema. EFE cej/dp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG