Garoto de 3 anos sobrevive perdido em floresta por mais de dois dias

ARCADIA ¿ Um garoto de 3 anos de idade foi encontrado, na quarta-feira, em boas condições, após sair andando de casa e se perder nas colinas da Floresta Nacional Mark Twain do Estado de Missouri, nos EUA.

Redação com AP |

Joshua Childers saiu do trailer em que sua família mora, próximo a Arcadia, na parte rural do sul de Missouri, cerca de 11h30 de segunda-feira.

Após dois dias e duas noites de buscas frustradas até as 16h da quarta-feira, quando o voluntário na procura, Donnie Halpin, encontrou enquanto andava por uma estrada trilha plana para veículos, cerca de 5 quilômetros da casa do garoto, dois cachorros cheirando algo.

Halpin, 57, disse à Associated Press, que olhou para o um vale estreito no chão e viu o garoto deitado, olhando para o outro lado. Sem ter certeza se ele estava vivo, Halpin disse, "Ei, amigo."

"Ele pulou em mim na mesma hora e abriu um sorrido", contou. "Eu disse: 'Pronto pra ir para casa?' e ele disse: 'Sim'."

A criança foi avaliada e consideraram que ela estava em condições razoáveis, primeiro no Hospital do Condado de Iron, e mais tarde no Centro Médico Regional de Jefferson, na Cidade de Crystal, para onde foi transferido por causa da grande unidade pediátrica do local. Ed Gast, diretor-executivo do primeiro hospital, disse que os pais de Joshua deu uma declaração agradecendo todos que ajudaram na busca e pedindo por privacidade.

Joshua estava vestindo uma camiseta, fraldas e tênis quando saiu de casa na manhã de segunda-feira. Mais tarde naquele dia, autoridades haviam encontrado um dos tênis próximo a um lago.

Quando Halpin o encontrou, Joshua estava usando apenas a camiseta e um tênis. Ele também estava molhado.

Halpin disse que não tinha água com ele, mas deu ao garoto doce, chamou a emergência para avisar que estava com o garoto, então tirou sua camiseta e enrolou a criança, carregando-o por quase um quilômetro até uma casa. A dona da residência alimentou Joshua, deu-lhe leite e o limpou.

Joshua não disse muita coisa, só que estava com sede, disse Halpin. Mas, de acordo com Halpin, mesmo após duas noites na floresta úmida e fria com poucas roupas, o garoto não estava chorando ou reclamando.

"Ele pareceu ter aguentado bem", disse. "Tirando alguns arranhões, estava em um bom estado".

Depois que a criança foi achada, David Lewis, xerife do Condado de Madison, admitiu que quem o estava procurando já estava pessimista. Ele calculou que três dias era o limite para um garoto sobreviver na floresta sem água e comida.

"É um milagre", disse Lewis. "Ninguém sabe o quanto estou feliz".


Leia mais sobre floresta

    Leia tudo sobre: floresta

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG