G8 se reúne nesta quarta-feira com economias emergentes

Toyako (Japão), 9 jul (EFE) - O G8 (sete nações mais ricas e a Rússia) iniciou nesta quarta-feira (hora local) sua última jornada de sessões na cúpula de Toyako (Japão), com uma agenda que inclui uma reunião com os representantes das cinco principais economias emergentes, entre eles o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

EFE |

Os líderes do G8 abordarão assuntos como a mudança climática ou o alto preço dos alimentos com os representantes de México, Brasil, China, Índia e África do Sul (G5) em um café-da-manhã de trabalho.

Em seguida, a sessão se expandirá para incluir Indonésia, Coréia do Sul, Austrália e quatro instituições internacionais em um formato conhecido como Reunião das Grandes Economias (MEM).

Na sessão de terça-feira, os líderes do G8 - Estados Unidos, Japão, Rússia, Reino Unido, França, Canadá, Alemanha e Itália- concordaram em aceitar uma meta não vinculativa de cortes de gases poluentes de 50% até 2050 e fizeram um apelo às economias emergentes para que se incluam nesse esforço.

Enquanto isso, os países emergentes do G5 disseram em uma cúpula paralela em Sapporo (Japão) que é necessário "responsabilidade compartilhada equitativa" contra o aquecimento global e que o G8 deveria cortar suas emissões em 2020 entre 25% e 40% frente aos níveis de 1990. EFE mv/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG