G8 pede resultado das eleições presidenciais no Zimbábue

Tóquio, 17 abr (EFE).- Os ministros de Assuntos Exteriores dos integrantes do G8 (os sete países mais industrializados do mundo e a Rússia) expressaram hoje sua profunda preocupação com o fato de os resultados das eleições presidenciais de 29 de março no Zimbábue não terem sido publicados, informou o Ministério de Exteriores japonês.

EFE |

Os ministros pediram ainda uma solução "rápida, crível e democrática, como desejam os moradores do Zimbábue".

Segundo um comunicado oficial distribuído hoje pelo Ministério de Assuntos Exteriores japonês, o G8 destacou que a "violência e a intimidação não devem fazer parte deste processo".

Os membros do G8 apoiaram as medidas estabelecidas pela Comunidade de Desenvolvimento da África do Sul (CDAS), que pediram ao Zimbábue que publique os resultados o mais rápido possível, como está estabelecido na lei nacional.

Os ministros do G8 elogiaram os esforços regionais para a resolução desta situação.

O Grupo dos 8 é composto por Reino Unido, Canadá, França, Alemanha, Itália, Japão, Rússia e Estados Unidos. EFE icr/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG