G7 pede aumento dos esforços coordenados contra gripe

Bruxelas, 11 set (EFE).- Os responsáveis de Saúde do Grupo dos Sete (G7, os países mais desenvolvidos), a Comissão Europeia (órgão executivo da União Europeia), Espanha e Suécia insistiram hoje na necessidade de aumentar a coordenação de esforços contra a nova gripe, diante da possível extensão durante o outono (hemisfério norte).

EFE |

"Temos que aumentar os preparativos para enfrentar a pandemia", afirmou a comissária da Saúde da União Europeia (UE), Androulla Vassiliou, em entrevista coletiva, após uma reunião extraordinária realizada hoje em Bruxelas.

Os responsáveis de saúde decidiram também "dar uma autorização rápida" da vacina, depois que estiver disponível, e a comissária disse que será "muito em breve", mas não pôde precisar uma data exata.

A reunião de hoje analisou as pautas de extensão do vírus no hemisfério sul durante a temporada de gripe dessa parte do planeta, a fim de avaliar um possível cenário no hemisfério norte durante os próximos meses.

Os responsáveis de saúde trocaram dados sobre suas estratégias nacionais de luta contra a pandemia e se comprometeram a compartilhar informação sobre os resultados clínicos das vacinas.

Também foi definido ajudar os países em desenvolvimento, através da Organização Mundial da Saúde (OMS), para que possam aumentar seu nível de preparação, por exemplo, em acesso a vacinas e antivirais para combater a gripe. EFE rcf/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG