G7 e México se reúnem para coordenar respostas à gripe H1N1

As sete potências mais ricas do mundo (G7), o México e a Organização Mundial da Saúde (OMS) iniciaram nesta sexta-feira uma reunião em Bruxelas para coordenar as estratégias de combate à pandemia da gripe A (H1N1), que ameaça agravar-se no hemisfério norte com a chegada do inverno.

AFP |

O encontro tem a presença de autoridades do setor de saúde dos países envolvidos, além do diretor adjunto da OMS, Keiji Fukuda.

Suécia, que preside a União Europeia (UE), e Espanha, que assumirá o comando do bloco em janeiro, também participam, na qualidade de observadores.

A reunião pretende examinar as estratégias de vacinação, no momento em que os países se preparam para receber os primeiros lotes, e as maneiras de apoiar os países em desenvolvimento a enfrentar a pandemia.

Ao fim da reunião, o G7 (Estados Unidos, Grã-Bretanha, Alemanha, França, Itália, Japão e Canadá) e o México devem divulgar um comunicado conjunto sobre os próximos passos da comunidade internacional para minimizar ao máximo os efeitos da pandemia.

app.mc/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG