G5 analisa ampliar diálogo a outros membros do G20

México, 18 dez (EFE).- O Grupo dos Cinco (G5, que reúne os cinco principais países emergentes), analisa a possibilidade de ampliar seu diálogo a outros membros do G20 para que suas opiniões sejam levadas mais em conta no desenho da nova arquitetura multilateral, disseram hoje à Agência Efe fontes da Chancelaria mexicana.

EFE |

O México, que coordena o grupo em que também participam Brasil, China, Índia e África do Sul, considera que 2010 será um ano "de transição muito importante" na busca de novos mecanismos de trabalho multilaterais, explicou a subsecretária de Relações Exteriores da Chancelaria mexicana, Lourdes Aranda.

Segundo Aranda, que coordena os trabalhos do G5, este grupo foi um "mecanismo informal importante" para levar assuntos aos líderes mundiais do G8 (Alemanha, EUA, França, Itália, Japão, Reino Unido, Rússia e Canadá).

Assinalou que as cinco economias emergentes estão analisando que papel podem ter e pretendem "seguir (trabalhando) enquanto julgarmos útil e oportuno".

A vice-ministra considera que, após a proposta lançada em setembro em Pittsburg (EUA) pelo presidente Barack Obama de "consolidar o G20", abrem-se várias incógnitas sobre o futuro do G5.

No entanto, assinalou que esse grupo vai seguir funcionando até que "sintamos que participamos em condições de igualdade no processo de tomada de decisões" em outros espaços como o próprio G20. EFE act/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG