Washington, 15 nov (EFE).- O atraso dos presidentes da Argentina, Cristina Fernández de Kirchner, e do México, Felipe Calderón, levaram hoje a repetir a foto oficial que marcou o início da sessão de trabalho da Cúpula de Chefes de Estado e de Governo do Grupo dos Vinte (G20, que reúne os países mais ricos e os principais emergentes), em Washington.

As imagens da foto oficial foram retransmitidas por circuito fechado de televisão, e a primeira tomada foi tão rápida que quase não deu tempo de ver quem estavam presentes.

De fato, após os primeiros flashes, os governantes saíram rapidamente, mas tiveram que voltar para posar nas escadas do Museu Nacional da Construção (NBM, em inglês), em Washington.

O motivo passou despercebido nas imagens de televisão, mas, na verdade, faltavam os presidentes da Argentina e do México, algo que pode ser observado na foto do "antes" e do "depois".

Os presidentes e chefes de Governo voltaram a seus lugares conversando de maneira relaxada, mas também houve alguma irritação por parte de alguns dos presentes.

Por enquanto, não se sabe o motivo da demora dos dois líderes latino-americanos, pois eles já estavam na sede do museu, aonde tinham chegado minutos antes, como os outros dirigentes.

A reunião foi convocada em Washington para tentar resolver a crise financeira mundial e colocar as bases de uma nova ordem econômica internacional.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, cujo país preside atualmente o G20, ficou à direita de Bush e o presidente da China, Hu Jintao, à esquerda. EFE elv/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.