O comunicado final da reunião de presidentes do G-20 no sábado, em Washington, destacará a necessidade de estabelecer maiores regulações do sistema financeiro, garantiu o ministro brasileiro da Fazenda, Guido Mantega, nesta sexta-feira.

"Todos os países admitem a necessidade de uma regulação do sistema financeiro", disse Mantega à imprensa, horas antes da reunião de presidentes sobre a crise financeira.

"Poderá haver divergências sobre o tipo de regulação (...) mas no comunicado (final) estará dito que é necessário que haja uma regulação do sistema financeiro, principalmente o não bancário", disse o ministro brasileiro.

"Os atores financeiros não gostam de regulação. Talvez haja uma discussão em nível técnico sobre quais mecanismos serão utilizados", completou, reiterando a postura brasileira de buscar maiores mecanismos de controle dos mercados.

Os presidentes dos países mais industrializados do mundo (G-7) e nações emergentes, como Brasil, China e Índia, vão se reunir amanhã, na capital americana, para buscar coordenar ações diante da crise econômica.

mr/tt/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.