México, 30 ago (EFE).- O furacão Jimena, que esta madrugada passou para a categoria três na escala Saffir-Simpson (de um a cinco), está se aproximando do litoral do Pacífico mexicano, mas não deve atingir o território até a próxima terça-feira, informou o Serviço Meteorológico Nacional (SMN).

"Jimena" estava às 7h (9h de Brasília) 360 quilômetros ao su-sudoeste de Manzanillo e 370 quilômetros ao su-sudoeste de Cihuatlán, nos estados de Colima e Jalisco, respectivamente, indicou o SMN em seu relatório das 8h (10h de Brasília).

O SMN classifica "Jimena" com um índice de periculosidade "severo".

O fenômeno atmosférico se desloca a 18 km/h para o noroeste e apresenta ventos sustentados de 185 km/h e sequências de 200 km/h.

O furacão "continuará se intensificando", afirmou o Serviço Meteorológico Nacional, ao indicar que o sistema se mantém forte sobre a costa de Michoacán, Colima e Jalisco.

De acordo com a trajetória prevista pelos meteorologistas, o furacão continuará sua trajetória pela costa do Pacífico, e na noite de terça-feira pode atingir o sul da península de Baixa Califórnia.

O SMN recomenda precaução à população dos estados do sul, ocidente e centro do país, por causa de "chuvas fortes a intensas, com inundações em partes baixas e deslizamentos (de terra) em zonas de montanha".

Além disso, recomenda precaução à navegação marítima devido às chuvas e fortes ondas. EFE gt/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.