Gustav perde força após atingir o Haiti - Mundo - iG" /

Furacão Gustav perde força após atingir o Haiti

MIAMI - O furacão Gustav perdeu força, nesta terça-feira, após chegar ao Haiti, com uma redução da velocidade de seus ventos máximos sustentados de 150 para 120 km/h.

Redação com agências internacionais |

AP
Gustav
Haiti sofre com forte chuva
após a chegada do Gustav
Porém, os meteorologistas prevêem que o furacão deve ganhar intensidade ao se movimentar outra vez sobre as águas quentes do Caribe.

O olho de "Gustav", que se mantém como ciclone de categoria um na escala de intensidade Saffir-Simpson que vai até cinco, se deslocava sobre o sudoeste do Haiti e sua próxima escala é o leste de Cuba, onde pode chegar na quarta-feira, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos.

"É provável que ocorra um enfraquecimento adicional enquanto o olho se deslocar por terra, mas se fortalecerá de novo quando passar pela água ainda nesta noite ou na manhã da quarta-feira", segundo o boletim do NHC das 18h (horário de Brasília) de hoje.

O olho de "Gustav", o terceiro ciclone da temporada de furacões no Atlântico, estava próximo a latitude 18,4 graus norte e a longitude 73,2 graus oeste, cerca de 95 quilômetros a oeste de Porto Príncipe, no Haiti, e 290 quilômetros a sudeste de Guantánamo, em Cuba.

"Gustav" se dirige rumo a noroeste a 17 km/h e deve girar rumo a oeste-noroeste na quarta-feira.

Seguindo essa trajetória, o centro do furacão deverá se dirigir rumo ao sudeste de Cuba amanhã.

O furacão causará chuvas torrenciais no Haiti, na República Dominicana, no leste de Cuba e na Jamaica, que por sua vez podem ocasionar perigosos deslizamentos de terra e ressacas, explicou o NHC.

Durante a atual temporada atlântica, que começou em primeiro de junho e termina em 30 de novembro, foram formadas sete tempestades tropicais: "Arthur", "Bertha", "Cristobal", "Dolly", "Edouard", "Fay" e "Gustav", das quais a segunda, a quarta e a última se transformaram em furacões.

(*Com informações das agências EFE e AFP)

Leia mais sobre: furacões

    Leia tudo sobre: furacão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG