Dolly atinge fronteira dos EUA com o México - Mundo - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Furacão Dolly atinge fronteira dos EUA com o México

WASHINGTON - O furacão Dolly, com ventos sustentados de 160 km/h, atingiu na tarde desta quarta-feira o litoral onde o Rio Grande marca a fronteira entre Estados Unidos e México e avançou em direção às cidades de Brownsville e Matamoros.

Redação com EFE |

O furacão tocou terra aproximadamente às 14h (em Brasília) em South Padre Island e seguiu em direção a Port Isabel, Bahía Grande e Brazos Santiago Pass, 50 quilômetros ao nordeste de Brownsville, segundo o Centro Nacional de Furacões (NHC, em inglês), com sede em Miami (Flórida).

O Serviço Meteorológico Nacional advertiu que a tempestade, a quarta nesta temporada no Atlântico Norte e a segunda com categoria 2 de furacão, poderia causar ondas de até quase dois metros.

"Dolly" avança em direção oeste com cerca de 11 km/h e os ventos fortes se estendem a cerca de 25 quilômetros do exterior do olho do furacão.

As autoridades disseram que permanece em vigor um aviso de furacão para a costa do Texas, de Brownsville até Corpus Christi, e para o nordeste do litoral mexicano, de Rio San Fernando até a fronteira.


Imagem de satélite mostra furacão perto da costa mexicana / Reuters

Um aviso de tempestade está em vigor desde o norte de Corpus Christi até Puerto O'Connor. Além disso, outro aviso de tempestade e um alerta de furacão estão ativados desde La Pesca até o sul de Rio San Fernando, no México.

Previsão de chuva forte

O Centro de Furacões advertiu de que "Dolly" vai acompanhada de chuvas que poderiam chegar a 300 milímetros, e em algumas partes até 500 milímetros em porções do sul do Texas e do nordeste do México nos próximos dias.

"Estas precipitações provavelmente causarão inundações amplas na região", acrescentou a agência.

A Biblioteca Pública de Brownsville se transformou em centro de emergências a partir de onde são controladas as operações da Polícia, dos bombeiros, dos socorristas, e do pessoal médico.

AP
No Texas, a população foge com medo do furacão / Arquivo

O prefeito de Brownsville, Pat Ahumada, indicou que estavam previstas inundações na área leste da cidade, separada do litoral por 30 quilômetros de terras baixas e alagadiças em torno da boca do Rio Grande.

Leia mais sobre furacão Dolly

Leia tudo sobre: furacões

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG