Bertha mantém força no Oceano Atlântico - Mundo - iG" /

Furacão Bertha mantém força no Oceano Atlântico

MIAMI - O furacão Bertha, que se transformou nesta segunda-feira em um poderoso ciclone de categoria 3, aumentou hoje seus ventos máximos sustentados para 195 quilômetros por hora, em seu avanço em direção ao noroeste sobre as águas do Oceano Atlântico.

EFE |

"Agora estamos analisando se 'Bertha' pode ser uma ameaça para o arquipélago das Bermudas, mas ainda é muito cedo para dizer que tipo de impacto terá" sobre as ilhas, disse à Agência Efe um meteorologista do Centro Nacional de Furacões (NHC, em inglês) dos Estados Unidos.

Em seu boletim das 6h (Brasília), o NHC, com sede em Miami, informou que "Bertha" mantém todo o potencial de furacão de categoria 3 na escala de intensidade Saffir-Simpson, que vai até 5.


AP
Tempestade tropical se transformou em primeiro furacão do ano

Metereologistas ressaltaram, no entanto, que "hoje podem acontecer algumas oscilações em sua intensidade (...), e espera-se uma tendência de enfraquecimento nos próximos dias".

O NHC disse que o vórtice do ciclone estava perto da latitude 21,4 graus norte e longitude 53,3 graus oeste, a 1.085 quilômetros a este-nordeste das ilhas de Sotavento, no Atlântico, e 1.660 quilômetros a sudeste das Bermudas.

Segundo especialistas, o fenômeno meteorológico está se deslocando para o noroeste a 17 quilômetros por hora e "espera-se que mantenha esta trajetória nas próximas 48 horas".

Nesta temporada de furacões, que começou em 1º de junho e termina em 30 de novembro, já se formaram duas tempestades tropicais, "Arthur" e "Bertha", esta última se transformando no primeiro ciclone da temporada atlântica.

Os meteorologistas prevêem que a temporada de 2008 será "ligeiramente mais ativa" do que o normal, com a formação de seis a nove furacões e de 12 a 16 tempestades tropicais.

Leia mais sobre: furacão

    Leia tudo sobre: berthafuracão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG