Furacão Paloma segue para ilhas Cayman e Cuba

O furacão Paloma está se fortalecendo na medida em que segue para o Caribe em direção às ilhas Cayman, no Caribe, de acordo com o Centro Nacional para Furacões dos Estados Unidos, com sede em Miami. Paloma deverá chegar às ilhas Cayman na noite desta sexta-feira, e se deslocar, a seguir, em direção a Cuba, atingindo a costa sul da ilha no domingo.

BBC Brasil |

Às 9h00 GMT, o furacão estava a 175 km de distância do sul de Grand Cayman, com ventos de até 130 km/hora.

Paloma é a 16ª tempestade a atingir o Atlântico nesta temporada do fenômeno e a 8ª a se converter em um furacão, tendo trazido fortes chuvas a partes de Honduras e Nicarágua, na América Central.

Alerta
Moradores das ilhas Cayman, Cuba e Jamaica foram colocados em estado de alerta.

As autoridades nas ilhas Cayman pediram às pessoas que não deixem seus preparativos para enfrentar o furacão para a última hora.

Em Cuba, autoridades em todas as províncias estão trabalhando para garantir a proteção do público, disse a Defesa Civil. O país já foi atingido por cinco furacões este ano.

Gustav e Ike, que atingiram Cuba no em 30 de agosto e 9 de setembro respectivamente, causaram danos da ordem de bilhões de dólares e destruíram milhares de casas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG