Furacão Karl perde força ao chegar ao México

Tempestade derrubou dezenas de árvores, mas poupou instalações petrolíferas e caiu para categoria 1

Reuters |

Apesar de ter causado inundações, deslizamento e deixado parte do México em estado de alerta, o furacão Karl perdeu força depois de ter atingido o México.

Aparentemente, a tempestade poupou as instalações petrolíferas do México, após passar apenas de raspão na baía de Campeche, de onde o país extrai mais de dois terços da sua produção diária de 2,55 milhões de barris.

AP
Ondas da praia de Maracaibo em Nautla, no Estado mexicano Veracruz, ficam agitadas com proximidade do furacão Karl
Não há relatos imediatos de mortos ou feridos, mas dezenas de árvores foram derrubadas na cidade portuária de Veracruz, na parte central do litoral mexicano do lado do Golfo do México.

O furacão Karl chegou à costa na manhã de sexta-feira, cerca de 15 quilômetros ao norte de Veracruz, causando ondas até 4,5 metros acima do normal, segundo o Centro Nacional de Furacões dos EUA. Não tendo mais o mar como "combustível", o furacão passou da categoria 3 para a 1, com ventos regulares de até 150 quilômetros por hora.

Operações

O governo retirou moradores de áreas baixas de Veracruz, cidade com grande importância portuária e turística. Mais de mil pessoas já estão em abrigos, segundo a Defesa Civil local. Autoridades disseram que a única usina nuclear mexicana, na rota do furacão, paralisou suas atividades.

A parte sul do Estado de Veracruz já havia sofrido graves inundações neste ano, e o governador Fidel Herrera alertou para o perigo dos ventos fortes e das águas. As autoridades mexicanas estão habituadas a retirar pessoas da rota de furacões, e o número de mortes por furacões no México costuma ser baixo.

A estatal petrolífera Pemex disse que paralisou a produção em 14 poços pequenos e retirou pessoal de plataformas no Golfo do México, mas aparentemente a tempestade não causou danos graves. A Pemex não informou se os poços eram de petróleo ou gás.

A tempestade causou fortes chuvas em áreas litorâneas, com ventos suficientemente fortes para dobrar pequenas palmeiras e derrubar postes de luz em Veracruz. Parte da cidade ficou sem energia.

Segundo o centro de furações dos EUA, a tempestade deve se dissipar ao encontrar as montanhas litorâneas do México.

    Leia tudo sobre: furacãokarltempestade tropicalatlânticoméxico

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG