Furacão Ike encaminha-se para Bahamas e Flórida

NOVA YORK (Reuters) - O furacão Ike, com ventos a cerca de 190 km/h, deve atingir as Bahamas no começo da próxima semana e o sul da Flórida dias depois, afirmou nesta sexta-feira o Centro Nacional de Furacões (NHC) em relatório na manhã desta sexta-feira. O Ike perdeu força durante a noite, deixando de ser um furacão de Categoria 4 (ventos de 210 a 249 km/h) para transformar-se em um de Categoria 3 (ventos de 178 a 209 km/h).

Reuters |

O NHC, um órgão dos EUA, prevê que o Ike perca força ainda mais, caindo para a Categoria 2 (154 a 177 km/h) dentro de 24 horas, antes de voltar novamente à Categoria 3 dentro de 36 horas e, depois, à Categoria 4, dentro de 72 horas, para então atingir a costa da Flórida.

O furacão encontrava-se cerca de 740 quilômetros ao norte das ilhas Leeward e cerca de 1.060 quilômetros a leste-nordeste da ilha Grand Turk, afirmou o NHC.

As ilhas Leeward incluem as ilhas Virgens, Anguilla, Saint Martin, Barbuda, Antígua, Montserrat e Guadalupe.

Os principais modelos de previsão do tempo, incluindo o do NHC, afirmam que o Ike pode atingir a Flórida e Cuba nos próximos cinco dias. Ainda é cedo demais para afirmar se a tempestade ingressará no golfo do México ou se vai se voltar para o norte e seguir o caminho feito pelo Hanna, que atingiu a Costa Leste dos EUA.

Os mercados de energia observam com apreensão as tempestades que podem ingressar no golfo e prejudicar a extração norte-americana de petróleo e gás, bem como as refinarias existentes ao longo da costa.

Os mercados de commodities observam com apreensão as tempestades que podem prejudicar safras agrícolas como as de frutas cítricas e de algodão da Flórida e de outros Estados norte-americanos.

MAIS TEMPESTADES

A tempestade tropical Hanna, enquanto isso, ganhava velocidade ao sair das Bahamas e dirigir-se para a costa das Carolinas. O Hanna encontra-se atualmente cerca de 680 quilômetros ao sul de Wilmington (Carolina do Norte).

Especialistas do NHC prevêem que o Hanna atingirá terra firme na Carolina do Sul na qualidade de uma tempestade tropical, na manhã de sábado, antes de percorrer a Costa Leste.

Ele deve chegar à área da cidade de Nova York no começo do domingo e às Províncias Marítimas, do Canadá, na manhã de segunda-feira.

Em um outro ponto do Pacífico, a tempestade tropical Josephine continuava a rumar para o oeste, pela região central do Atlântico, sem dar sinais sobre se chegaria ao continente. O Josephine localizava-se cerca de 1.070 quilômetros a oeste da ponta sul de Cabo Verde.

O NHC espera que o Josephine continue a ser uma tempestade tropical ao longo dos próximos cinco dias. Ainda é cedo demais para prever se essa formação atingirá a América do Norte.

(Reportagem de Scott DiSavino)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG