Furacão Ike deve causar grandes estragos no Texas, dizem meteorologistas

O furacão Ike, que causou pelo menos 66 mortes no Haiti e quatro em Cuba, chegou nesta quarta-feira à categoria dois em seu caminho rumo ao Texas, onde chegará no próximo sábado, podendo causar danos e estragos consideráveis, disse à Agência Efe o meteorologista do Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC, na sigla em inglês) Félix García.

EFE |


Segundo o especialista, o Ike pode atingir o continente americano como furacão de categoria três ou quatro na escala Saffir-Simpson, que vai até cinco.

A chegada do fenômeno meteorológico ao Texas eleverá o nível do mar e provocará ondas que causarão sérios danos à região litorânea do estado. "A intensidade dos ventos do furacão pode arrastar veículos e arrancar telhados e muitas árvores", advertiu García.

Segundo o meteorologista, o Ike é, "definitivamente", o furacão mais perigoso da atual temporada, que já se encontra em sua fase de "pico".

Nesta quarta-feira, o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, decretou estado de emergência no Texas e enviou ajuda federal para ajudar as autoridades estaduais e locais a se prepararem para o Ike.

Os ventos do furacão subiram para 155 km/h, e, de acordo com o NHC, com sede em Miami, existe a possibilidade de o fenômeno mudar de categoria "nas próximas 24 horas" em sua passagem pelas águas quentes do Golfo do México.

García disse ainda que quando o "Ike" se dissipar, as águas do Golfo do México estarão "mornas", o que dificultará a formação de um novo ciclone de mesma magnitude.

No entanto, a Flórida deve permanecer alerta, embora os três grandes furacões surgidos até agora ("Gustav", "Hanna" e "Ike") não tenham afetado o estado, afirmou.

US$10 milhões em ajuda

A porta-voz da Casa Branca, Dana Perino, anunciou ainda que os Estados Unidos enviarão uma ajuda de 10 milhões de dólares ao Haiti, afetado pelo furacão Ike.

"O governo dos Estados Unidos destinará 10 milhões de dólares de assistência de desastres imediata para Haiti. Nossa maior prioridade é ajudar a entregar de maneira urgente auxílio às comunidades que agora têm acesso por terra bloqueado", disse.

Leia mais sobre Ike

    Leia tudo sobre: ike

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG