Tamanho do texto

Pelo menos 19 pessoas morreram nesta terça-feira, em diversas cidades do Haiti, devido à passagem do furacão Hanna, informaram as autoridades locais.

Em Gonaïves, 150 km ao norte de Porto Príncipe, 10 pessoas morreram na inundação provocada pelo transbordamento de três rios da região, revelou um oficial da polícia.

"É uma avaliação parcial. Não é possível entrar em Gonaïves neste momento", disse o prefeito da cidade, Stephen Moïse.

Em Gros-Morne, na região de Gonaïves, duas pessoas morreram na enchente causada por Hanna.

No sul do Haiti, houve pelo menos 7 mortes ligadas à passagem do furacão, segundo um parlamentar, que qualificou a situação de "extremamente difícil" para a população de diversas cidades inundadas.

A pequena cidade de Port-à-Piment está sob as águas, informou à AFP seu prefeito, Germeille Dieuseul, por telefone. "Não temos perdas de vidas humanas, graças a Deus, mas os prejuízos são enormes".

Hanna provocou fortes chuvas no Haiti, onde na semana passada o furacão Gustav deixou 77 mortos.

Após perder força, Hanna se transformou em tempestade tropical, com ventos de 100 km/h, informou nesta terça-feira o Centro Nacional de Furacões (NHC), sediado em Miami (Flórida).

cre/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.