Funes diz que prefere modelo brasileiro de Governo

São Paulo, 20 mar (EFE).- O presidente eleito de El Salvador, Mauricio Funes, afirmou hoje em São Paulo que prefere seguir o modelo de Governo brasileiro, de seu amigo Luiz Inácio Lula da Silva, que o venezuelano de Hugo Chávez.

EFE |

"Me identifico mais com o modelo brasileiro que com o venezuelano, mas quero boas relações com todos. O presidente Chávez me ligou para me parabenizar e vou visitá-lo e passarei por todos os países que puder, especialmente os latino-americanos", declarou Funes em entrevista coletiva após se reunir em São Paulo com Lula.

Segundo Funes, "é possível fazer um Governo de esquerda sem a necessidade de dar um salto no vazio".

"Claro que há grandes diferenças entre Brasil e El Salvador, mas temos um problema em comum, que é a pobreza. Muitas das minhas ideias de Governo são baseadas em ações concretas de combate à pobreza impulsionadas por Lula", ressaltou.

Funes também destacou seus laços com o Brasil, durante sua visita à capital paulista.

"Minha mulher é brasileira, meu filho viveu nestes últimos dias de campanha no Brasil e o primeiro presidente que me parabenizou pelo triunfo de domingo foi Lula. Portanto, é inegável meu vínculo com o Brasil", comentou o político salvadorenho.

A esposa de Funes, Vanda Pignato, é representante do PT na América Central, e vai comandar um programa de apoio à mulher em El Salvador, segundo o presidente eleito.

Sobre as relações bilaterais, Funes assinalou que buscará um aumento da cooperação em nível técnico.

Segundo dados do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio brasileiro, em 2008 o comércio bilateral foi de US$ 371,1 milhões, com um superávit de US$ 24,7 milhões para o Brasil.

Mauricio Funes assumirá a Presidência salvadorenha no dia 1º de junho. EFE wgm/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG