Fundador do Fórum de Davos deseja rápida recuperação a Lula

Davos (Suíça), 28 jan (EFE).- O fundador e presidente-executivo do Fórum Econômico Mundial, Klaus Schwab, desejou hoje ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva uma rápida recuperação, após o cancelamento da viagem do líder a Davos (Suíça) por causa de uma crise de hipertensão.

EFE |

Lula receberia o prêmio ao Estadista Global, o primeiro dessa categoria, com o qual os organizadores do Fórum queriam homenageá-lo por seus oito anos de mandato, que terminam em 2010.

O presidente recebeu o diagnóstico de uma crise de hipertensão dentro do avião que o levaria à Suíça, por isso o aparelho teve que aterrissar em Recife. Lula foi internado em um hospital de Recife, onde passou a noite, e hoje de manhã recebeu alta, mas os médicos recomendaram que suspendesse sua viagem a Davos.

Até o momento, a organização do Fórum não decidiu se vai suspender a sessão de entrega do prêmio, ou se esta será mantida e o prêmio será recebido por algum outro membro do Governo brasileiro, algo que tem que ser resolvido nas próximas horas.

Em Davos, estão presentes vários membros do Governo brasileiro, entre eles o ministro da Fazenda, Guido Mantega; das Relações Exteriores, Celso Amorim, assim como o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles. EFE mh/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG