Funcionários do governo Bush não serão processados por abusos contra suspeitos

A Suprema Corta Suprema dos Estados Unidos anunciou nesta segunda-feira que nem o diretor do FBI nem qualquer outra autoridade do governo de George W. Bush poderão ser processados pelos abusos contra suspeitos de terrorismo após os atentados de 11 de setembro de 2001.

AFP |

A Suprema Corte revogou assim uma decisão de um tribunal federal de apelações de Nova York, para o qual o ex-diretor do FBI Robert Mueller e o ex procurador-geral John Ashcroft poderiam ser responsabilizados por abusos contra suspeitos de terrorismo.

A denúncia de um detento após os ataques de 11 de setembro não contém elementos suficientes para fixar uma demanda, decidiu a corte.

lum-mlm/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG