Funcionário que prepara ida de Obama à França é vítima do H1N1

PARIS (Reuters) - Um funcionário do governo norte-americano que está na França preparando uma visita do presidente Barack Obama foi internado na sexta-feira com o vírus H1N1 na cidade normanda de Caen, segundo autoridades locais. Obama fará uma escala na França na semana que vem para celebrar o aniversário do desembarque das tropas aliadas na Normandia, durante a Segunda Guerra Mundial, o chamado Dia-D, episódio que marca a liberação da França do domínio nazista.

Reuters |

"Um cidadão dos EUA, que está na França como parte de uma delegação oficial que prepara as cerimônias do Dia-D, teve resultado positivo para a gripe H1N1 e foi hospitalizado em Caen", disse uma porta-voz da autoridade sanitária francesa, sem dar outros detalhes.

Até o último boletim oficial, na quarta-feira, a França tinha 20 casos confirmados e nenhuma morte pela nova doença. Outros 10 casos suspeitos estão sob investigação.

O caso do funcionário norte-americano ocorreu no mesmo hotel que serve de concentração ao time do Caen para o confronto de sábado contra o Girondins Bordeaux. A equipe teve de trocar de hotel.

Obama passará pela França como parte de uma viagem que também inclui Arábia Saudita, Egito e Alemanha.

(Reportagem de Sophie Louet e Estelle Shirbon)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG