Bagdá, 11 nov (EFE).- Um funcionário iraquiano morreu hoje e cinco ficaram feridos em uma explosão em Bagdá, enquanto outros 12 empregados públicos sofreram ferimentos em um atentado contra um edifício oficial em Mossul, no norte do Iraque.

Segundo fontes do Ministério do Interior iraquiano, um funcionário do Ministério da Energia Elétrica morreu e cinco colegas ficaram feridos devido à explosão de uma bomba na passagem do veículo onde viajavam, na praça Tahrir, no centro da capital iraquiana.

Outros 12 funcionários iraquianos e três pessoas ficaram feridas por causa de um carro-bomba que explodiu perto do Departamento da Juventude e do Esporte da cidade de Mossul, 400 quilômetros ao norte de Bagdá.

Além disso, fontes da Polícia iraquiana informaram que três agentes e três civis ficaram feridos devido à explosão de uma bomba na passagem de uma patrulha policial no bairro de Al-Zafaraniya, ao sudeste da capital.

Além disso, um suposto terrorista morreu e 35 suspeitos foram detidos em várias operações de segurança realizadas nas últimas 24 horas, segundo um comunicado do Ministério da Defesa iraquiano.

O Exército dos EUA anunciou hoje, em comunicado oficial, a morte de um suposto terrorista e a detenção de outros 18 suspeitos de pertencer à rede terrorista Al Qaeda no Iraque.

O suposto terrorista foi morto ontem pelas tropas americanas na área de maioria sunita de Al-Karkh, no oeste de Bagdá.

Os outros supostos membros da Al Qaeda foram detidos em diversas operações realizadas entre ontem e hoje em vários pontos do país, informou o comando militar dos EUA no Iraque. EFE am/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.