Funcionário escocês de petrolífera é seqüestrado na Nigéria

Londres, 28 nov (EFE).- Um cidadão escocês que trabalha para uma companhia petrolífera foi seqüestrado na Nigéria, confirmou hoje a Embaixada do Reino Unido nesse país, em declarações divulgadas pela rede pública britânica BBC.

EFE |

O trabalhador, sobre quem não foi informada identidade, foi seqüestrado na quinta-feira na cidade de Port Harcourt, mas nenhum grupo, por enquanto, reivindicou a autoria do seqüestro.

"Posso confirmar que houve um incidente na quinta-feira, dia 27, em Port Harcourt, onde um cidadão britânico foi seqüestrado", disse um porta-voz do Alto Comissariado (Embaixada) da Grã-Bretanha no país africano, sem oferecer mais detalhes.

Mais de 200 estrangeiros foram seqüestrados nos últimos três anos na região do delta do Níger, rica em petróleo, onde milicianos que pedem o controle dessa zona costumam usar métodos violentos contra funcionários de empresas petrolíferas.

A maioria desses seqüestros se saldou com a libertação dos seqüestrados, depois que, em muitos casos, houve o pagamento de um resgate. EFE pa/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG