Funcionário da Cruz Vermelha libertado nas Filipinas

Andreas Notter, funcionário suíço do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV), sequestrado há três meses no sul das Filipinas por rebeldes islamitas, foi libertado, anunciou neste sábado o ministro filipino da Defesa, Gilbert Teodoro.

AFP |

Notter foi libertado na cidade de Indanan, ilha de Jolo, sul do arquipélago filipino, informou.

O suíço havia sido sequestrado no dia 15 de janeiro por rebeldes islâmicos filipinos ao lado de outros dois funcionários do CICV, o italiano Eugenio Vagni e a filipina Mary Jean Lacaba, que foi libertada em 2 de abril.

O grupo rebelde havia ameaçado decapitar um dos reféns, caso o Exército filipino não abandonasse a ilha de Jolo, habitada em sua maioria por muçulmanos.

mm/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG