Redação Internacional, 9 fev (EFE).- O consumo de maconha aumenta em 70% o risco de um agressivo tumor de testículos, diferente do seminoma, sobretudo em homens que fumam ou que fumaram essa erva de forma regular durante um longo período de tempo.

Assim afirmou hoje uma equipe de pesquisadores do Fred Hutchinson Cancer Research Center (EUA) na revista científica "Cancer".

Este tipo de câncer, que representa 40% dos casos de tumores de testículos, tem um rápido crescimento e afeta principalmente homens entre 20 e 30 anos.

Os pesquisadores chegaram a esta conclusão após estudar os casos de 369 doentes de câncer testicular entre 18 e 44 anos e interrogar sobre seus hábitos a 979 indivíduos sãos.

Desde os anos 1950, a incidência dos cânceres de testículos dos tipos seminoma e não seminoma aumentou de 3% a 6% na Europa, Canadá, Estados Unidos, Austrália e Nova Zelândia.

No mesmo período, o consumo de maconha cresceu paralelamente nesses lugares. EFE vmg/jp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.