Buenos Aires, 20 abr (EFE).- A massa de fumaça provocada pelas queimadas que cobrem há dias Buenos Aires e seus arredores diminuiu hoje por causa de uma mudança na direção do vento, mas, nas próximas horas, deve voltar a aumentar.

"O vento mudou e começou a ir em direção leste, o que fez com que tenha diminuído em Buenos Aires e continuará afetando Entre Ríos e Santa Fe. Mas, pela tarde, deve girar para o norte novamente, e com isso voltaria a massa de fumaça" à capital argentina, disseram à Agência Efe fontes do Serviço Meteorológico Nacional (SMN).

Desta maneira, algumas cidades do interior como Rosario amanheceram este domingo envolvidos em uma densa fumaça, que gerou transtornos no transporte, bloqueios parciais de estradas e um aumento da demanda nos serviços de saúde, assim como em Buenos Aires.

A fumaça, que afeta mais de 15 milhões de pessoas, se deve à queima de pastos em cerca de 70.000 hectares do delta do Rio Paraná, onde foram registrados mais de 500 focos ativos.

O SMN informou também que, "pelo menos até quarta-feira, prevalecerão os ventos do setor norte com intensidade inferior aos 20 km/h", e com isso a fumaça permanecerá pelo menos até meados da semana.

Por este motivo, o serviço oficial manteve hoje o alerta por "redução de visibilidade", devido à "presença de fumaça" em Entre Ríos e Buenos Aires. EFE ms/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.