Fujimori sofre infecção estomacal e julgamento é suspenso

Lima, 28 nov (EFE).- O julgamento contra o ex-presidente peruano Alberto Fujimori por violação aos direitos humanos foi suspenso hoje até a próxima segunda-feira, devido a uma infecção estomacal do acusado.

EFE |

O presidente da Vara Penal Especial que julga o ex-líder peruano, César San Martín, tomou esta decisão após ouvir o relatório apresentado por médicos forenses que tinham atendido antes Fujimori.

Os médicos disseram que o ex-presidente tem uma gastroenterocolite, e recomendaram um repouso de 24 horas e que o acusado receba alimentos leves, para se recuperar da infecção.

San Martín também determinou que o Instituto Nacional Penitenciário, responsável pela reclusão de Fujimori, adote as medidas necessárias para garantir sua pronta recuperação.

Desde o início do julgamento, em 10 de dezembro de 2007, Fujimori sofreu diversos problemas de saúde que levaram à suspensão das sessões.

A mais famosa foi em junho passado, quando o ex-líder teve que ser submetido a uma operação por causa de uma lesão cancerígena na língua.

San Martín solicitou hoje um relatório dos médicos para que determinem se o ex-presidente peruano pode ou não comparecer como testemunha ao julgamento contra Vladimiro Montesinos, ex-assessor de Fujimori, pois para isso teria que ser levado à Base Naval de Callao.

Fujimori está sendo julgado pelo massacre de 25 pessoas em Barrios Altos (1991) e La Cantuta (1992), assim como pelo seqüestro de um jornalista e um empresário após o autogolpe de Estado de 1992.

EFE fcg/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG