Fujimori passa por quarto julgamento desde extradição ao Peru

Lima, 21 set (EFE).- O ex-presidente peruano Alberto Fujimori (1990-2000) será julgado a partir da próxima segunda-feira por diversos crimes relacionados a atos corruptos, no que será o quarto processo aberto contra ele desde sua extradição ao Peru em setembro de 2007, informaram hoje fontes oficiais.

EFE |

Fujimori é acusado de ter cometido peculato, suborno e crimes contra a liberdade, além de violação de sigilo telefônico.

Segundo a agência oficial Andina, a Procuradoria pediu uma condenação a oito anos de prisão e o pagamento de uma reparação civil de 5 milhões de sóis (US$ 1,6 milhão) a favor do Estado e três milhões de sóis (US$ 1 milhão) de forma proporcional para os afetados pela interceptação telefônica.

Além disso, serão exibidos no julgamento vídeos nos quais aparecem executivos de veículos de comunicação reunidos com o ex-assessor de Fujimori Vladimiro Montesinos, que os subornava com o objetivo de fazê-los mudar a linha editorial de suas empresas a favor do Governo do ex-presidente.

Alberto Fujimori cumpre atualmente uma pena de 25 anos de prisão por crimes ligados a violações dos direitos humanos. Ele também foi condenado a seis e oito anos de prisão em outros dois processos por delitos de corrupção. EFE.

dub/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG